Secretário de Saúde Alisson Bestene visita hospital regional do Alto Acre

Secretário Alisson Bestene , junto de sua equipe e convidados estiveram visitando o antigo e o novo hospital para avaliação técnica.

O secretario de saúde do Acre, Alisson Bestene e assessores, dando continuidade às visitas nas unidades de saúde de todo o Estado, esteve neste sábado na cidade de Brasiléia, para fazer uma visita técnica ao antigo e novo hospital, afim de saber como está recebendo os mesmos.

A exemplo dos hospitais localizados em Cruzeiro do Sul e Tarauacá, o hospital Raimundo Chaar que foi praticamente abandonado pela gestão anterior, vinha se deteriorando com o tempo e descaso, até ter maioria de sua funcionalidade trocada para o novo. Mas, a parte administrativa, de cozinha e lavanderia, ainda funciona no antigo.

Cozinha, lavanderia e parte administrativa ainda está sendo realizados no antigo hospital.

“Estamos realizando essa avaliação técnica em todas a unidades do Estado. Pudemos ver que ainda existem algumas dificuldades que tem de ser trabalhado o mais rápido possível. O Secretário de Infraestrutura Thiago Caetano já esteve aqui e está preparando um relatório da parte estrutural para que possamos entregar ao governador. Estamos trabalhando para ocupar com todos os equipamentos necessários e os profissionais”, pontuou o Secretário.

Destacou que entende das dificuldades financeiras e que possam vencer as barreiras e trazer melhorias para a regional o mais rápido possível. Sobre sua primeira impressão sobre o novo hospital, acredita que irá atender toda a regional do Alto Acre, que é composta por quatro municípios, sem que tenham de se deslocar para a Capital.

Diretor do hospital, Rodrigo Santiago (camisa branca), esteve acompanhando o secretário durante visita no hospital Wildy Viana.

Um dos pontos que é necessário uma atenção, será a parte de eletricidade do hospital, devido seu grande porte que pode afetar a cidade de Brasiléia. A instalação imediata de uma subestação irá fazer com que toda a unidade possa trabalhar sem afetar a parte externa.

Secretário aconselha um plebiscito aos moradores através da Câmara se for importante mudar o nome para o antigo.

Foi perguntado ao Secretário, mesmo sendo um assunto de segundo plano, sobre a possibilidade de mudança do nome do hospital. Para Alisson, seria interessante a realização de uma espécie de plebiscito, partindo da Câmara Municipal, uma vez que todo o trabalho administrativo ainda é realizado em nome do hospital Raimundo Chaar.

Para o vereador Joelso Pontes (PP) que esteve acompanhando a visita a convite do Secretário, destacou os problemas que ainda vem sendo destacado após a inauguração do novo hospital, Wildy Viana.

Vereador Joelso Pontes destacou a visita do secretário e equipe para ver in loco a situação da saúde no hospital.

“Mesmo com a construção do novo hospital, os problemas ainda continuam mesmo sendo entregue em duas etapas não está atendendo em sua totalidade. Nossa visita é para estar cientes desses entraves e poder fazer as devidas cobranças”, destacou o vereador.

Destacou que o novo governo, na pessoa do Secretário, está empenhado para que a saúde regional volta a ser como anos atrás. “20 anos atrás, se faziam procedimentos que hoje não acontece mais devido a falta de estrutura. É lamentável que de um tempo para, uma simples fratura no pé seja motivo de ser enviado para a Capital e mesmo com profissionais aqui, não se tem a estrutura mínima para eles”, disse o vereador.

VEJA A VÍDEO REPORTAGEM.

Comentários