Leonildo Rosas (d), assessora o governador do Acre, Sebastião Viana (e) - Foto: Divulgação
Leonildo Rosas (d), assessora o governador do Acre, Sebastião Viana (e) – Foto: Divulgação

Da ContilNet

O Diário da Justiça de quinta-feira (3) trouxe em sua publicação a condenação do jornalista Leonildo Rosas, secretário de Comunicação do governo do Acre, por prática de dano moral contra o deputado estadual Wherles Rocha (PSDB). Além de Leonildo, foram condenados, também, o jornal Página 20, e Natalício Braga, ex-presidente da Associação de Policiais Militares do Acre.

A condenação assinada pela juíza Thaís Kalyl determina que os três réus paguem, solidariamente, o valor de R$ 10 mil ao autor da ação, Wherles Rocha.

A juíza Kalyl julgou procedente a queixa, acompanhada de pedido de indenização, pleiteada pelo advogado Valadares Neto, representando Rocha. O valor de R$ 10 mil deverá ser corrigido monetariamente, a partir do dia 26 de abril de 2014.

Além da condenação a pagar os R$ 10 mil, a juíza decidiu, ainda, que Leonildo terá que pagar as custas judiciais e os honorários advocatícios, que equivalem a 15% do valor da condenação. O pagamento deve ser efetuado no prazo de 15 dias, contados do trânsito em julgado da sentença, sob pena de incidir multa de 10% sobre o montante.

Veja a decisão:

decisa-tj-leo

Comentários