Conecte-se conosco

Acre

Sem alimentação adequada, paciente sofre à míngua no Hospital do Juruá

Publicado

em

A chamada “alimentação parenteral”está em falta na unidade.

José Orleir Marques da Fonseca, 38 anos, sofre de vasculite, uma doença silenciosa e perigosa que inflama os vasos sanguíneos

José Orleir Marques da Fonseca, 38 anos, sofre de vasculite, uma doença silenciosa e perigosa que inflama os vasos sanguíneos

Um paciente portador de uma doença grave está internado há quase dois meses no Hospital do Juruá sem receber alimentação adequada. O operador de máquinas pesadas José Orleir Marques da Fonseca, 38 anos, sofre de vasculite, uma doença silenciosa e perigosa que inflama os vasos sanguíneos. Internado desde o dia 02 de janeiro de 2013 no Hospital Regional do Vale do Juruá, considerado um dos melhores hospitais do estado, Orleir já passou por duas cirurgias. Oitenta centímetros do intestino já foram retirados por causa da doença.

“Agora estou só com soro, suco natural e chá. A nutrição Parenteral acabou a quase uma semana. Sinto muita fome, além de dores”, disse o paciente.

Devido ao quadro clínico, o paciente precisa de Nutrição Parenteral, um tipo de alimentação que reduz as complicações provocadas pela deficiência nutricional e serve para complementar ou substituir a alimentação dada pela boca.

Além da falta da alimentação, o paciente reclama que já ficou quatro dias sem receber visita médica. “Ele (o médico) não vem aqui. E quando vem só olha e não fala nada”, diz revoltado.

Ex-colegas de trabalhos sensibilizados com a situação do amigo pedem ajuda. “A situação é triste. Queremos providência, ele precisa dessa alimentação”, disse Francisco das Chagas Silva.

Cada unidade da alimentação parenteral, em falta no Hospital regional do Juruá, custa em média 230 reais. O empresário Orleir Cameli afirmou que está disposto a ajudar, mas antes precisa de esclarecimentos da direção do Hospital. “Ele é ex-funcionário da minha empresa e quero ajudá-lo. Farei o que for preciso, mas preciso saber se eles vão deixar entrar a alimentação parenteral se for adquirida por mim. A situação do paciente é lamentável, se preciso for enviaremos ele para outro estado. Só queremos saber como ajudar” afirma o empresário.

De acordo o diretor clínico do hospital, Heitor Mesquita, o estado do paciente é grave. Mas não há necessidade de encaminhá-lo a hospitais de outros estados. “O procedimento que está sendo feito aqui é o mesmo que será usado em qualquer lugar do Brasil. O Hospital do Juruá dispõe do tratamento que este paciente precisa. Apenas a alimentação ficou em falta na empresa que nos fornece, mas nos próximos dois dias o problema estará resolvido”, garante.

Segundo ele, o tipo de alimentação só é disponibilizado à hospitais, terceiros não podem adquiri-la. Quanto a reclamação do paciente em não receber as visitas do médico responsável, ele garantiu que vai averiguar a situação para tomar os procedimentos cabíveis.

José Orleir Marques da Fonseca mora no Bairro do Telegrafo, em Cruzeiro do Sul. A esposa, que agora é a única provedora do lar, se reversa com a sogra para ficar com ele no hospital.

Glória Maria – Juruá On-line

Comentários

Acre

PM comemora aniversário nos 26 anos do Bope no Acre

Publicado

em

O Batalhão de Operações Especiais (Bope) comemorou nesta sexta-feira, 12, seus 26 anos de existência, com uma solenidade na sede da companhia.

Pertencente à Polícia Militar do Acre (PMAC), o Bope é o braço especializado do Estado que atua em situações de alto risco em todo o Acre.

“A polícia me faz sentir em casa. Quero expressar a minha gratidão a cada um dos policiais do Bope, é uma instituição que honra o nosso Acre. A nossa preocupação enquanto Estado é sempre garantir a segurança da população”, frisou o governador.

Ao longo do evento foram realizadas homenagens póstumas aos ex-integrantes do Bope, e condecorações.

“Temos muito a comemorar hoje, são 26 anos de serviços prestados à população por uma instituição tão honrosa como é o Bope”, contou o comandante do batalhão, tenente-coronel Rômulo Modesto.

Na ocasião, o governador Gladson Cameli também recebeu uma homenagem pelo apoio dado à Segurança Pública, assim como o dispositivo de honra.

“Essa unidade é diferenciada e tem nos honrado muito com os serviços prestados à população. São profissionais que treinam e se dedicam muito em suas obrigações”, afirmou o comandante-geral da PMAC, coronel Luciano Dias.

O fim da solenidade foi marcado pelo tradicional desfile dos policiais do batalhão especial ao som da banda de música da Polícia Militar.

Também participaram da solenidade recebendo homenagens, o secretário de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Cirleudo Alencar; o titular da Secretaria de Segurança (Sejusp), coronel Paulo Cézar Santos; o juiz de Direito titular da segunda vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar da Comarca de Rio Branco, Alesson Santos; o comandante do 4º BIS, coronel Guilherme Naves; e o comandante do 7º BEC, tenente-coronel Breno Brito, além da defensora pública-geral, Simone Santiago.

Comentários

Continue lendo

Acre

Com recuo de 2,9%, taxa de desemprego cai no Acre no 2º trimestre

Publicado

em

Por

Dados do Pnad mostram que no primeiro trimestre deste ano a taxa de desocupação ficou em 14,8%, já no segundo recuou para 11,9%.

A taxa de desocupação no Acre caiu no segundo trimestre deste ano, com um recuo de 2,9% em relação ao trimestre anterior, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nessa sexta-feira (12).

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), e mostram que no primeiro trimestre deste ano, a taxa de desocupação ficou em 14,8%, já no segundo recuou para 11,9%.

A queda foi sentida na maioria dos estados brasileiros, em 22 ao todo. Em outros cinco a desocupação se manteve estável. A taxa nacional ficou em 9,3%, com recuo de 1,8%.

Com a redução apresentada, o estado acreano teve o sexto melhor desempenho, entre os 22 com recuo no trimestre.

Esse recuo significa dizer que o estado tem 333 mil pessoas ocupadas nos últimos três meses, ante 321 mil dos três primeiros meses do ano. Em relação à fonte empregadora, a maioria das pessoas do estado estão ocupadas no setor privado (113 mil), seguido do setor público (80 mil).

O levantamento aponta ainda outros fatores como o rendimento, que mostra que a média do acreano gira em tordo de R$ 2.371. A taxa de informalidade no estado é 48,2%.

Comentários

Continue lendo

Acre

“Amigo do Bope” – Alan Rick é homenageado pelo Batalhão de Operações Especiais da PM

Publicado

em

Foto: Júnior Galvão

Nesta sexta-feira, 12 /08, o deputado federal licenciado Alan Rick foi homenageado com a placa de “Amigo do Bope”, entregue a personalidades que contribuíram para estruturação e fortalecimento do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar. A entrega ocorreu durante a solenidade que comemorou os 26 anos do Batalhão.

“Estou muito feliz e extremamente honrado por receber essa homenagem no dia da comemoração dos 26 anos do nosso BOPE. Sou um apoiador da Polícia Militar. Durante os meus mandatos destinei mais de R$ 18 milhões para a nossa segurança pública.” – disse o parlamentar licenciado.

O comandante do Batalhão de Operações Especiais, tenente-coronel Rômulo Modesto, fez uma fala de agradecimento a Alan Rick. “Fazemos esse reconhecimento aos parlamentares, destacando o trabalho do deputado Alan Rick que trouxe grandes benefícios ao nosso batalhão, como, os recursos destinados a aquisição de viaturas, ao nosso estande de tiro, e a unidade de policiamento com cães que fazem com que o nosso batalhão tenha um salto de qualidade nos seus serviços.” – completou.

Essa é a segunda homenagem dedicada pela PM, em 2022, ao deputado Alan Rick. Em julho, o parlamentar recebeu a Medalha de Mérito Coronel Fontenele de Castro, concedida a quem presta relevantes serviços à causa pública e para o progresso da Polícia Militar.

Comentários

Continue lendo

Em alta