Sem prestar contas, prefeituras do Acre podem ficar sem FPM

Todos os 22  municípios do Acre podem sofrer com a retenção do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) porque não  cumprirem o prazo  para alimentação e homologação de gastos com saúde no Sistema de Informações sobre Orçamento Público em Saúde (Siops). O prazo foi finalizado no dia 2 de março. Para os Municípios que não homologaram o 6º bimestre do exercício financeiro da saúde de 2016, a suspensão já acontece no primeiro repasse do mês de março, que ocorreu nesta sexta-feira, 10.

“Na hipótese de suspensão decorrente da ausência de informações homologadas no Siops, o Ente deverá transmitir e homologar os dados do 6º bimestre do exercício financeiro de 2016 no sistema o mais breve possível. O desbloqueio dos valores suspensos somente ocorre no prazo de até 72 horas, até atualização do sistema e envio de dados ao Banco do Brasil”, alerta  a Confederação Nacional dos Municípios.

Comentários