Conecte-se conosco

Flash

Semapi vistoria obras do Centro Integrado de Meio Ambiente do Alto Acre

Publicado

em

As obras de estruturação das unidades do Centro Integrado de Meio Ambiente (Cima) seguem em ritmo acelerado. Na manhã desta terça-feira, 3, o titular da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas (Semapi), Israel Milani, visitou as futuras instalações da instituição em Brasileia, que atenderá toda a Regional do Alto Acre.

De acordo com o cronograma, a previsão é de que as obras estejam concluídas até novembro. Após a inauguração, a população terá acesso a todos os serviços ambientais da Semapi, do Instituto de Meio Ambiente (Imac) e do Instituto de Terras (Iteracre).

A integração dos órgãos ambientais irá permitir acesso a todos os serviços, inclusive, àqueles antes realizados somente em Rio Branco, e ainda contará com uma ampla rede de monitoramento ambiental.

Após a inauguração, a população terá acesso a todos os serviços ambientais da Semapi, Imac e Iteracre. Foto: Assessoria Semapi

Vale lembrar que o governo do Estado, por meio da Semapi, está realizando também a construção e reforma de outros dois centros, em Feijó e Cruzeiro do Sul, com previsão de conclusão até o fim do ano, além de outros dois instalados na OCA de Rio Branco e Xapuri.

As obras contam com o apoio financeiro do Programa de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (PDSA) do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e do Programa de Saneamento Ambiental e Inclusão Socioeconômica do Acre (Proser) do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird).

Titular da Semapi, Israel Milani, visitou as futuras instalações do Cima, que atenderá toda a Regional do Alto Acre. Foto: Semapi

 

Comentários

Flash

Com vacinação números de casos de covid-19 e internações estão em queda em Brasileia

Publicado

em

Foto: Danna Anute Agência de Noticias do Acre

Com uma cobertura vacinal de covid-19 de mais de 62,35% por centos dos brasileenses o Boletim do Covid-19 de Brasileia divulgado no final da tarde desta sexta-feira,28, pela Secretaria de Municipal de Saúde. Mostra uma queda cerca de 73% em 24 horas do número de novos casos confirmados de corona vírus saindo de 20 casos na quinta-feira,27, para 09 casos hoje. Atualmente o município tem 3.496 casos desde o início da pandemia em 2020.

Já o número de internações no Hospital Regional do Alto Acre por causa da doença que até quarta-feira,26, eram quatros pacientes, nesta sexta-feira zerou e não há até o fechamento dessa edição registros de novas internações por causa do Covid-19 na unidade hospitalar.

Ainda de acordo com o boletim municipal da saúde do Covid-19. Mostra também que Brasileia tem 92 casos em ánalise, 9.747 casos notificados suspeitos, 6.338 casos descartados, 3.112 curados e 44 óbitos deste o início da pandemia.

As autoridades de saúde e a Prefeitura de Brasileia pedem para população ficarem em estado de alerta contra o corona vírus e se vacinarem e não se descuidar dos cuidados sanitários como o uso de máscaras facial,  álcool em gel, e distanciamento social.

 

Comentários

Continue lendo

Flash

Deputado Antônio Pedro reúne-se com equipe do Deracre e recebe a garantia que construção da ponte do Sibéria começa em fevereiro.

Publicado

em

O deputado estadual Antônio Pedro (DEM) reuniu-se nesta sexta-feira, 28, com a equipe técnica de planejamento do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre). Na pauta, a construção da ponte ligando o bairro Sibéria e o Centro, no município de Xapuri.

De acordo com a equipe do Deracre, o contrato com a empresa responsável pela obra já foi assinado e até o mês de fevereiro o governo do Estado anuncia o início da construção da ponte.

“Todos são sabedores que há muito tempo eu venho pedindo por essa obra e, graças a Deus, o governador Gladson Cameli tem procurado atender todos os anseios da população. É uma vitória para o povo de Xapuri, pois trata-se de um sonho antigo dos moradores do bairro Sibéria. Fico feliz com essa notícia, especialmente, por tratar-se da minha primeira demanda na Assembleia Legislativa, ainda 2015”, disse o deputado.

E acrescentou: “em muitos momentos as pessoas me diziam que não ia se concretizar, que a ponte não ia sair e, hoje, celebramos mais uma etapa vencida. Não desisti da luta, avançamos e logo mais o projeto sairá do papel. Agradeço ao governador Gladson que não esqueceu da nossa cidade e do nosso povo”, finalizou.

Comentários

Continue lendo

Flash

MPAC e Segurança Pública deflagram Operação Tempestade

Publicado

em

Agência de Notícias do MPAC

Gaeco e Segurança Pública cumprem mais de 120 mandados no Acre — Foto: Asscom/MP-ACNa manhã desta sexta-feira, 28, o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por intermédio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em parceria com a Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Pública, deflagrou a Operação Tempestade, visando dar cumprimento a 126 mandados expedidos pela Vara de Delitos de Organização de Criminosa.

Essa é uma das maiores operações do Gaeco nos últimos anos, e a sua origem se deu a partir da análise de documentos apreendidos em operação anterior, quando foram identificadas lideranças da organização criminosa “Comando Vermelho” com alto grau hierárquico, responsáveis pelos núcleos de cadastramento, contabilidade, e pagamento de “biqueiras” (pontos de venda de drogas).

Estão sendo cumpridos 81 mandados de prisões preventivas e 45 mandados de busca e apreensão em Rio Branco, bem como nos municípios de Sena Madureira, Porto Acre, Brasiléia, e Cruzeiro do Sul. Também há mandados a serem cumpridos nos presídios Francisco de Oliveira Conde, na capital, Moacir Prado, em Tarauacá, e no Complexo Anísio Jobim, em Manaus (AM).

Ao todo, mais de 150 policiais militares foram empregados na realização da Operação Tempestade, incluindo o apoio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública, com emprego do Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), além de promotores de Justiça do Gaeco e servidores do MPAC.

Mais de 150 policiais estão empenhados na operação nesta sexta-feira (28) — Foto: Asscom/MP-AC

Operação Tempestade

O nome da Operação foi escolhido devido à magnitude da área de cumprimento dos mandados, incluindo diversos municípios do Acre, com extensão de Rio Branco a Cruzeiro do Sul, além do que, o período da deflagração corresponde àquele propenso para maior possibilidade de chuvas fortes no estado.

 

Comentários

Continue lendo

Em alta