Sena: dois assaltantes são mortos e 3 ficam feridos durante troca de tiros com a PM

Três assaltantes foram encaminhados aos hospital/Foto: Cherlivan Cavalcante/Folha do Acre

Dois assaltantes foram mortos, três foram feridos a tiros e um conseguiu fugir, esse é o resultado de uma ação realizada na sexta-feira (3), por policiais militares do município de Sena Madureira, no interior do Acre. A quadrilha composta por seis pessoas é suspeita de ter cometido diversos crimes em chácaras e colônias que ficam localizadas no trecho da BR 364 que compreende entre Sena e Manoel Urbano.

Os suspeitos eram conhecidos naquela região como “Piratas do Yaco”, e o último crime cometido por eles teria sido praticado no último domingo (29) em uma propriedade na zona rural de Manoel Urbano. De acordo com um dos militares que integrava a guarnição, os criminosos usavam de bastante violência na execução dos assaltos.

“Eles são o terror lá da cidade, as pessoas têm medo deles. Esses mesmos caras invadiram a colônia de um senhor em um ramal próximo de Sena, amarram o dono da colônia e estupraram a mulher e a filha do homem. Eles já roubaram cerca de 500 motocicletas, somos acostumados á prendê-los e depois cruzar com eles na rua”, disse o policial.

A quadrilha estava escondida em um ramal no km 12 sentido Manoel Urbano, e quando os policiais chegaram no local os suspeitos que estavam armados teriam entrado em confronto com a guarnição. Na troca de tiros dois foram mortos e três foram feridos à tiros, um outro integrante da quadrilha conseguiu fugir entrando na mata e não foi mais localizado.

Suspeitos ficaram feridos na troca de tiros/Foto: Cherlivan Cavalcante/Folha do Acre

Uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) se deslocou até o local e recolheu os corpos dos mortos para a sede da instituição na capital, e até ao meio dia deste sábado (4) não haviam sido identificados. Os feridos foram levados na carroceria de uma caminhonete do Corpo de Bombeiros para o hospital da cidade, mas devido a gravidade dos ferimentos precisaram ser transferidos ao Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb).

Ermiltom Miranda de Lima, 22 anos, e outros dois menores de 17 anos deram entrada no Pronto Socorro do Huerb por volta das 22 horas.

Comentários