O futuro Secretário da Educação, Professor Mauro Sérgio, fez questão de ressaltar a importância do Acre ter um senador que sempre se preocupou com a educação no estado

O Senador eleito Márcio Bittar (MDB/AC) reuniu-se, na manhã desta quarta-feira em Brasília, com os futuros secretários do governo do Acre. O objetivo foi o de alinhar as ações que deverão ser implementadas nos âmbitos das políticas educacionais e de infraestrutura. Estavam presentes o Presidente do Sindicato dos Engenheiros do Acre, Sebastião Fonseca, o Secretário de Infraestrutura, Thiago Caetano e o Secretário de Educação, Professor Mauro Sérgio, além da equipe técnica do senador eleito.

“A iniciativa do senador, neste momento, de disponibilizar toda sua estrutura e corpo técnico com grande experiência, nos dá uma segurança e um respaldo muito grande para que possamos ter ainda mais confiança nos trabalhos. Isso nos dá muito ânimo para vencermos esses desafios que temos no estado do Acre”, afirmou Thiago Caetano.

Márcio Bittar reunido com secretariado de Gladson Cameli/Foto: Assessoria

Outro assunto abordado foi a questão das alagações e secas do Rio Acre. Conforme prometido em sua campanha, o senador deixou clara sua intenção de colocar em prática o projeto defendido pelo estudo feito por engenheiros acreanos.

“Temos o compromisso de resolver os problemas do Rio Acre. Fiquei feliz em ver a qualidade da equipe que o Senador está montando. O tema tratado na campanha passa a ter, no mandato do senador, reais condições para buscarmos a solução de engenharia”, disse Sebastião Fonseca.

O futuro Secretário da Educação, Professor Mauro Sérgio, fez questão de ressaltar a importância do Acre ter um senador que sempre se preocupou com a educação no estado.

“O senador eleito Márcio Bittar, além do seu importante apoio ao trabalho que iremos realizar, disponibilizou toda a estrutura do seu gabinete para que as metas que assumiremos por um ensino de mais qualidade possam ser atingidas”, disse o professor.

Os senadores eleitos tomarão posse no cargo no primeiro dia de fevereiro de 2019.

Comentários