Os servidores da Saúde do Acre deliberaram nesta sexta-feira, dia 15, por deflagrar greve geral em todas as unidades de saúde do Acre. Os trabalhadores se reuniram em assembleia geral no auditório do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Acre, Adailton Cruz, os profissionais vão entrar em greve no próximo dia 02 de abril, ou seja, a partir desta data, apenas serviços de emergência serão realizamos, e os trabalhadores serão mantidos em 30% do efetivo de pessoal.

Esse é o primeiro movimento de greve após o início do governo de Gladson Cameli. Além dos trabalhadores e sindicalistas, também participou da reunião o secretário de Saúde do Acre, Alysson Bestene, que explicou a situação financeira e administrativa do Estado, tentando sensibilizar os trabalhadores.

A falta de profissionais e de condições mínimas de trabalho nas unidades de saúde são os principais problemas que levaram à deflagração da greve geral. A Expectativa é que a situação piore ainda mais a partir de abril, quando trabalhadores do Pró-Saúde serão demitidos, aumentando, assim, a carga de trabalho dos servidores da ativa.

Comentários