A deputada estadual Eliane Sinhasique (MDB), usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), na manhã desta terça-feira (10), para apresentar o resultado do I Fórum de Debates – Soluções para a Violência sob o olhar das Vítimas, realizado no dia 29 de junho, pela Comissão dos Direitos Humanos e Cidadania, a qual preside.

As 10 horas de debate com representantes dos poderes Judiciário, Executivo e Legislativo, Sociedade Civil Organizada e população, resultaram numa Carta de Propostas com 52 alternativas para reduzir a violência no Estado.

Dentre elas, a criação da Central de Mapeamento de todos os crimes de forma a levar ações emergenciais nas áreas de maior necessidade; Valorização dos policiais militares; Criação de conjuntos habitacionais militares, afastados dos bairros mais críticos, para que os agentes possam resguardar sua vida e de suas famílias; Criação de sistema de reparação de danos das viaturas; Urbanização dos bairros periféricos.

A Carta de Propostas será encaminhada para as Secretarias Estaduais, prefeituras e Governo do Estado com ações que podem ser desenvolvidas a curto, médio e longo prazo.

“Essa é a nossa contribuição para que haja a diminuição da violência no Estado do Acre. Fizemos um apanhado das diversas problemáticas e soluções sob o olhar da vítima. São propostas, que em sua grande maioria, não precisa de dinheiro para a sua execução”, explicou a parlamentar.

Sinhasique ressalta que a sociedade unida pode combater a violência. “Se cada um fizer a sua parte tenho certeza que iremos ver os números da violência reduzidos. É preciso empenho, é preciso atitude, é preciso ter coragem para implantar, para chamar as pessoas, para conversar, para operacionalizar aquilo que ficava só no imaginário, que não havia sido colocado no papel. Agora, está materializado”.

Comentários