A deputada estadual Eliane Sinhasique (MDB) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), na manhã desta terça-feira (24), para criticar a redução no horário de atendimento das Delegacias que, a partir do dia 2 de maio, funcionarão das 7h às 14h. Exceto as Delegacias de Flagrantes e da Mulher que permanecerão com funcionamento 24 horas.

Sinhasique não concorda com a medida adotada pelo Governo para conter gastos. “É um absurdo! É totalmente sem noção! Sem fazer um estudo do impacto que isso pode causar para a nossa população. É inadmissível que se faça esses cortes nos serviços essenciais”

A medida trará transtornos para a população. “O prejuízo para a nossa população com o fechamento dessas Delegacias é inimaginável. Quando a gente pensa que a coisa estava difícil, pior fica. Se uma pessoa tem a sua moto roubada às 15h e ela não pode registrar o Boletim de Ocorrência, porque a Delegacia está fechada e essa moto é usada para fazer assaltos a noite, imaginem o prejuízo para o dono do veículo que não vai ter como provar que foi furtado”, exemplificou.

A parlamentar lembrou que o Acre é o quinto estado mais violento para os jovens de até 19 anos de idade. “Como se estivesse tudo maravilhoso no Estado. Do jeito que a coisa vai, só falta reduzirem os horários dos Hospitais Públicos agora”.

Eliane quer que o Governo reflita e volte atrás dessa decisão. “Isso não é coisa que se faça!”.

Comentários