012

A deputada estadual Eliane Sinhasique (PMDB) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), na manhã desta quinta-feira (10), para repudiar a forma como a Secretaria Estadual de Educação (SEE) está conduzindo as eleições para diretores de escola.

“Lançaram um edital para que os interessados participassem através de um curso preparatório de duas fases. A primeira fase seria a distância, a segunda presencial e um exame final de certificação. Ocorre que já foram lançados 4 editais modificando a data do exame final”, criticou.

Para a parlamentar o princípio da igualdade está sendo violado. “Agora a justificativa da Secretaria é que os adiamentos da realização das provas finais eram para atender os cursistas que não conseguiram concluir as atividades feitas pelos módulos via Internet. E quem se credenciou na data certa vai ficar no prejuízo?”, questionou.

Sinhasique explica que a realização da eleição no dia 22 de dezembro prejudicará as votações, já que a maioria das escolas estarão de férias. “As escolas estarão praticamente vazias. A comunidade escolar vai ter dificuldade de se dirigir para escolher o diretor da escola para o próximo ano”.

Comentários