Um homem matou a ex-mulher, o filho de 8 anos e outras dez pessoas durante as confraternizações da virada do ano em Campinas, no interior de São Paulo. O atirador foi identificado pela polícia como Sidnei Ramos de Araújo, de 46 anos.

Segundo a Polícia Militar, pouco antes da meia-noite do dia 31, ele pulou o muro da residência onde as pessoas estavam e abriu fogo com uma pistola 9 mm. Em seguida, atirou contra a própria cabeça. Um carregador extra com munição foi encontrado junto ao corpo.

Das vítimas fatais, 11 morreram no local e duas a caminho do hospital. Outras duas pessoas foram atingidas pelos disparos e estão sob cuidados médicos no hospital da Unicamp e no hospital Ouro Verde.

A lista com os nomes das vítimas não foi divulgada pela polícia. De acordo com o boletim de ocorrência, entre elas estão nove mulheres, três homens (um deles, o atirador) e uma criança de 8 anos.

A casa onde ocorreu a chacina fica na rua Pompílio Morandi, no Jardim Aurélia, nas proximidades do shopping Unimart.

Relatos preliminares dão conta de que o homem, que teria por volta de 40 anos, estaria inconformado com o recente processo de separação da que era sua companheira.

A ocorrência foi registrada no 4º Distrito Policial da cidade. Os corpos das vítimas foram levados ao IML (Instituto Médico Legal) de Campinas.

Fonte UOL Notícias

Comentários