O Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu até a tarde desta quinta-feira pelo menos nove pedidos para que a corte impeça a posse do ex-presidente Lula na Casa Civil. São três ações de descumprimento de preceito fundamental, apresentadas por PSB e PSDB, e três mandados de segurança, um do PPS e um do advogado Luís Carlos Crema.

As duas primeiras ações têm como relator o ministro Teori Zavascki. Os mandados de segurança são relatados por Gilmar Mendes. Partidos de oposição também recorreram, por meio de ações populares, nos 26 estados e no Distrito Federal para impedir que Lula seja abrigado dentro do governo e tenha o processo que o envolve na Lava Jato retirado do juiz Sergio Moro.

(Revista Veja)

Comentários