Luiz está se recuperando da cirurgia em Rio Branco, pra onde foi transferido – Foto/captura arquivo

O principal acusado de matar Ademir Vidal Parente, de 32 anos a golpes de arma branca (faca) na madrugada deste domingo, dia 17, se encontrar em recuperação de perfurações, possivelmente pela mesma, na cidade de Rio Branco, capital.

Luis Antonio de Assis, vulgo “Neymar”, teria se desentendido com a vítima em um bar da cidade, quando o viu com sua ex-companheira. Depois de uma discussão no estabelecimento, os dois saíram tomando rumos diferentes.

‘Neymar’, que estava na companhia de outra mulher, foi até a casa onde estava Ademir, que teriam iniciado outra discussão. Em dado momento, pulou o muro da casa e aconteceu uma via de fatos (luta corporal).

Estado de saúde de Luiz é considerado delicado.

Segundo está sendo apurado pelos investigadores da Polícia Civil, tudo leva a crer que um dos dois estaria armado. Possivelmente Neymar teria sido ferido primeiro na região do tórax, mas, teria tomado a faca e golpeou Edimar por duas vezes no pescoço, atingindo a veia jugular, lhe causando o sangramento que lhe causou a morte antes de receber os primeiros socorros.

O incidente pode ter acontecido entre os horários de 1 ou 2 da madrugada, após terem saído do bar. Os investigadores descobriram que Neymar deu entrada no hospital Wildy Viana às 3 horas, sendo necessário sua transferência para a Capital às 5, onde passou por cirurgia na manha desta segunda, dia 18.

Os investigadores estão buscando informações e a principal testemunha, a mulher que estava com Neymar, será a peça chave para descobrir se ele foi ferido pela vítima, ou se foi em outro episódio após o acontecido.

O acusado ainda não foi denunciado formalmente, já que seu estado de saúde é considerado delicado na Capital.

Mais informações a qualquer momento.

MATÉRIA RELACIONADA:

Homem é assassinado a facadas por ex-companheiro de mulher que havia levado para bar

Comentários