O prefeito de Cruzeiro do Sul Ilderlei Cordeiro (Progressistas) recebeu mais uma multa no seu CPF pessoal de R$ 14 mil por descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal. O Tribunal de Contas do Estado (TCE), mesmo com as reduções que aconteceram no final de 2018 na folha de pagamento da Prefeitura, ainda quer um enxugamento maior. Isso na prática significa que poderão haver novas demissões e reduções de salários até se alcançar o índice exigido pelo TCE.

O prefeito Ilderlei Cordeiro que está em Rio Branco tratando desse assunto lamentou a nova recomendação do órgão fiscalizador.

“Infelizmente a nossa situação não está fácil. Estávamos tentando respirar na nossa organização do município no ponto de vista administrativo. Resolvendo as nossas demandas para resolver os problemas mais urgentes da população e nos aparece mais uma decisão do TCE para que façamos demissões. Durante a visita que fiz ao presidente do Tribunal fui comunicado da situação. Havia uma sentença tornando nulo o novo organograma do município que crianos para sanar o problema. Assim teremos que fazer mais demissões e reduzir salários pra ajustarmos a nossa folha de pagamentos,” lamentou o Ilderlei.

A decisão do TCE que terá de ser cumprida obrigou o prefeito de Cruzeiro do Sul a fazer um decreto urgente com algumas demissões.

“Mais uma multa pra mim no meu CPF pessoal e, apesar de ser uma decisão delicada, já estou fazendo o decreto de exonerações ainda hoje. Na semana que vem teremos que rever as nomeações de cargos de confiança dos nossos servidores que nos ajudam a cuidar da gestão. Mais burocracia e documentações a serem apresentadas e a redução da nossa equipe. Mas a Lei tem que ser cumprida e é isso que faremos,” justificou

Comentários