Tião Viana confirma ida de oposicionistas para a FPA, mas prefeitos desmentem

“Está muito claro que o PP e o PSDB estão sofrendo um processo de desidratação”, declarou. Da redação, com Gina Menezes Tião Viana afirmou que a dias que vem conversando com prefeitos da oposição – Foto: Divulgação/internet Nesta manhã  de quarta-feira (2), durante ato de...

0

“Está muito claro que o PP e o PSDB estão sofrendo um processo de desidratação”, declarou.

Da redação, com Gina Menezes

Tião Viana afirmou que a dias que vem conversando com prefeitos da oposição - Foto: Divulgação/internet
Tião Viana afirmou que a dias que vem conversando com prefeitos da oposição – Foto: Divulgação/internet

Nesta manhã  de quarta-feira (2), durante ato de filiação de novos membros ao PROS, novo partido com registro recém conquistado, o governador Tião Viana (PT) afirmou que jamais houve assédio da Frente Popular para com as lideranças da oposição, e sim o inverso.

“Nunca assediamos os prefeitos da oposição. Eles que se sentem desconfortáveis onde estão e nos procuraram. Se vierem, são muito bem vindos”, diz.

A respeito de quais prefeitos estariam prestes a deixar as fileiras da oposição, Tião Viana foi claro ao dizer que existem conversas avançadas com os dois prefeitos do PSDB no Alto Acre, André Hassem, de Epitaciolândia, e Betinho, de Assis Brasil.

“O André (Hassem) é um outro caso, uma outra matemática, porém com o Betinho (Assis Brasil) já está praticamente tudo acertado. Ele virá”, disse o governador.

Tião Viana afirmou que há dias vem conversando com prefeitos da oposição que estariam interessados em ingressar em um dos partidos da Frente Popular do Acre (FPA).

“Eu, como governador, não tenho chamado ninguém, mas as coisas estão avançando e até amanhã o prefeito de Acrelândia, Jonas da Farmácia (DEM), se filiará ao PROS”, declarou.

Por fim, Tião Viana afirma que o momento da FPA é de fortalecimento e que os maiores prejudicados com as mudanças no tabuleiro político são os dois principais partidos da oposição.

“Está muito claro que o PP e o PSDB estão sofrendo um processo de desidratação”, declarou.

Por telefone, o prefeito de Assis Brasil, Betinho, desmentiu a declaração do governador e disse que permanece no PSDB. “Não vou sair do meu partido”, declarou.

Jonas da Farmácia, prefeito de Acrelândia, confirmou a mudança partidária e disse que o momento é de reavaliações políticas. O prefeito André Hassem (PSDB) também desmentiu que estaria deixando seu partido.

Comentários

Assuntos desta notícia