Conecte-se conosco

Acre

Todo Acre fica na faixa amarela e Comitê da Covid-19 acende alerta sobre variante Delta

Publicado

em

Fonte arte: Ac24horas

O Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 anunciou em coletiva na manhã desta sexta-feira, 9, que a regional do Alto Acre que até então estava em faixa verde regrediu para a faixa amarela, as regionais do Baixo Acre, Purus e do Juruá se manteve mais uma vez na fase de atenção, representada pela cor amarela. Foi analisado o período de 20 de junho a 3 de julho.

A avaliação do comitê leva em consideração sete fatores: índice de isolamento social; índice de notificações por síndrome gripal; índice de internação por síndrome gripal; índice de novos casos por síndrome gripal Covid-19; índice de óbitos por Covid-19; ocupação de leitos clínicos – Covid-19 e ocupação de UTIs Covid-19.

Com a regressão da classificação no Alto Acre, todos os segmentos comerciais e igrejas podem funcionar com a capacidade de 50% em todas as regionais. O horário de funcionamento para bares e restaurantes fica estendido até a meia-noite.

A coordenadora do Comitê, Karolina Sabino, explicou que a mudança da faixa no caso do Alto Acre ocorreu após um aumento no número de óbitos em relação ao período da fase verde. Segundo ela, as outras regionais tiveram uma tendência tímida de casos e foi possível constatar um número menor na adesão de índice de isolamento social devido a flexibilização das medidas.

Na coletiva, Marcos Lima Malveira, da Vigilância Sanitária Estadual, acendeu o alerta sobre a variante delta do coronavírus que é um dos principais motivos do agravamento recente da pandemia de covid em países onde a vacinação está avançando bastante. A OMS acredita que a variante, que é muito mais transmissível que as outras mutações do coronavírus já identificadas, têm potencial para se tornar a dominante no mundo nos próximos meses

Segundo ele, não há casos suspeitos dessa variante no Acre, no entanto, já foram confirmados mais de 20 casos dela no país e em alguns estados já ocorre a transmissão comunitária. Ele pediu que aquele ou aquela que já esteja apto a receber a segunda dose da vacina, que procure um ponto de imunização para completar o ciclo vacinal e diminuir as chances de circulação desse vírus.

“Essa variante Delta vem se tornando mais prevalente no mundo e provocou alguns sustos em Israel e um número maior de internações e de casos nos Estados Unidos, em estados que estão com baixa cobertura vacinal. Até o momento, foram confirmados 20 casos dessa variante no país, no entanto, não há confirmação pelo Acre, mas o que se sabe é que há a transmissão comunitária dessa variante no país. Por isso, é necessário que a gente permaneça alerta com os cuidados de higiene, distanciamento social, uso de máscaras e álcool gel e acelere a cobertura vacinal para conter essa variante. Então, se você puder receber a segunda dose da vacina não espere, procure um ponto de vacinação e encerre o ciclo vacinal”, afirmou.

O diretor do Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into), Osvaldo Leal, unidade escolhida como referência para tratamento da Covid-19, afirmou que a unidade tem pouquíssimas pessoas internadas e cobrou das prefeituras mais agilidade na imunização.

“O Into vive o seu melhor momento em relação às internações com menos de 20 pacientes internados entre leitos clínicos e de UTI. Vale ressaltar que a unidade já teve mais de 200 pessoas internadas, mas precisamos manter os cuidados de higiene, uso de máscara, álcool gel e o distanciamento social para não ocorrer uma regressão de faixa e aumento no número de casos. Além disso, as prefeituras têm que agilizar a imunização e buscar aqueles que perderam a segunda dose para completar a fase vacinal assim garantindo uma cobertura maior”, salientou.

Autor: 

Comentários

Acre

Sucesso internacional: dupla sertaneja do Alto Acre lança clipe no YouTube e redes sociais

Publicado

em

POR MARIA FERNANDA ARIVAL
“Essa música” é o primeiro lançamento da dupla, que chegou às plataformas em novembro

Próximo ao aniversário de 11 anos da dupla, os cantores Cristiano Paulo e Daniel lançaram “Essa música” em novembro no YouTube e nas redes sociais, onde a música está sendo ouvida em diversos estados do Brasil, além do reconhecimento internacional pelo Peru e Bolívia, com mais de 5 mil visualizações.

A música foi gravada através do Festival da Canção: Voz da Fronteira, da Prefeitura de Epitaciolândia pela da Secretaria de Cultura e Esportes, além do patrocínio da Menorá Entretenimento. De acordo com Cristiano Paulo, a dupla pretende lançar outro clipe em fevereiro, mas ainda não foi decidido qual música será gravada, mas há uma grande expectativa para aceitação do público. 

A dupla

Entre shows de Daniel realizados em Epitaciolândia, a dupla se uniu após Cristiano Paulo ser convidado para fazer a segunda voz do duo. “Nós nos conhecemos no ensino fundamental, ainda no início na carreira do Daniel, mas nós nos juntamos através de um amigo. Eu era garçom em um bar em Epitaciolândia e ele cantava com outro rapaz. Ele me convidou para fazer a segunda voz e o dono do estabelecimento se dispôs a comprar os instrumentos para que eu trabalhasse”, afirma Cristiano Paulo.

A dupla Cristiano Paulo e Daniel fazem sucesso com o lançamento “Essa música”. Foto: Cedida

Além disso, o proprietário do bar e restaurante Cantina Goiana, José Sulimar, conhecido como goiano, também sugeriu o nome da dupla, uma vez que Daniel usava o nome artístico de “Luan”. “Ele perguntou meu nome completo e eu disse, depois perguntou o nome do Daniel. Eu falei que meu nome era Cristiano Paulo Hoffmann, então ele disse que esse é o nome da dupla: Cristiano Paulo e Daniel”, conta o cantor.

Comentários

Continue lendo

Acre

Prefeitura de Assis Brasil inicia segunda edição do programa Cidade Mais Limpa

Publicado

em

“Nosso bairro era esquecido e agora nessa gestão começa a receber melhorias. Essa é uma ação que vai melhorar muito pra nós que moramos aqui”, disse o Morador Mauri Moçambity.

A Operação Cidade Mais Limpa foi lançada nesta sexta-feira,03, no bairro Bela Vista. O prefeito Jerry Correia anunciou o início dos trabalhos, acompanhado do vice-prefeito, Reginaldo Martins e demais Secretários, além dos trabalhadores e moradores do bairro. As ações serão realizadas no bairro, com serviços de limpeza, roçagem, retirada de entulhos e orientação de combate a Dengue.

Lançamos hoje a 2° edição da Operação Cidade mais Limpa, que será conduzindo pela Secretaria de Obras e demais secretárias, nossa equipe já vem cuidado da cidade o ano todo agora vamos intensificar as ações de melhorias na nossa cidade, além dos cuidados que devemos ter relacionando a dengue equipe da saúde vai intensificar as orientações para que possamos evitar maiores problemas” destacou prefeito de Assis Brasil Jerry Correia.

Prefeito Jerry Correia anuncia “Operação Cidade + Limpa”

“Nosso bairro era esquecido e agora na gestão do prefeito Jerry, começa a receber melhorias, essa é uma ação que vai melhorar muito o nosso bairro”, disse o morador ..

A Operação Cidade + Limpa foi lançada nesta sexta-feira, dia 03, no Bairro Bela Vista, contando com a presença do Prefeito Jerry Correia, vice-prefeito Reginaldo Martins, secretários e equipe.
As ações realizadas serão serviços de limpeza, roçagem, retirada de entulhos e orientação de combate à Dengue.

“Nosso prefeito garantiu todas as condições necessárias para essa operação. Queremos contar com o envolvimento de toda a população nessa luta contra a Dengue e para manter nossa cidade limpa”, comentou Reginaldo Martins que é vice-prefeito e secretário de obras.

Comentários

Continue lendo

Acre

“Não acabou”, diz médico Thor Dantas sobre pandemia após paciente em estado grave ser entubado

Publicado

em

O médico infectologista Thor Dantas, uma das maiores autoridades do Acre quando o assunto é Covid-19, usou as redes sociais para alertar sobre a continuidade da pandemia do novo coronavírus. “Não acabou”, escreveu o médico.

Na postagem, o médico diz que depois de muitos meses sem ver um caso de Covid em consultório, um paciente grave foi entubado.

80% dos mortos e internados por covid não estavam vacinados no Brasil

De cada 10 pessoas que morreram por covid, 8 não receberam nenhuma dose da vacina, segundo levantamento da Info Tracker, plataforma desenvolvida pela USP (Universidade de São Paulo) e Unesp (Universidade Estadual de São Paulo) para monitorar os dados da pandemia.

Segundo o levantamento, de 1º março (começo da aplicação da 2ª dose) até 15 de novembro 306.050 pessoas morreram de covid no Brasil. Destes, 79,7% (243 mil) das vítimas não haviam tomado nenhuma dose da vacina.

Comentários

Continue lendo

Em alta