A deputada Vanda Milani foi indicada  pela liderança de  seu partido, o Solidariedade, para integrar, como membro titular, o Conselho de Ética e Decoro da Câmara Federal, um dos órgãos mais importantes do Legislativo. Cabe ao Conselho zelar pela observância dos preceitos éticos, cuidando da dignidade parlamentar.

Possuindo regulamento próprio, o Conselho atua mediante provocação da Mesa Diretora. Deputados, partidos políticos, comissões e cidadãos em geral, explicou Vanda Milani, podem requerer representação que será enviada diretamente ao Conselho de Ética. Composto por 42 membros(metade titular e outra suplente),o Conselho tem mandato de 2 anos. Na tarde desta quarta-feira(8),os membros se reuniram para eleger a nova presidência.Com candidatura única, foi eleito presidente o deputado Juscelino Filho(DEM/MA).

Honra.

Vanda Milani se disse extremamente honrada com a indicação do Solidariedade para compor o Conselho de Ética  e credita sua escolha ao histórico de sua vida pública e a experiência jurídica adquirida como promotora pública e procuradora de Justiça no Ministério Público do Estado(MPE/AC). Os trabalhos do Conselho são regidos pelo Código de Ética e no Regimento Interno da Câmara dos Deputados. “Daremos o melhor de nós  em nome da confiança que me foi depositada para integrar o Conselho. E  espero , sinceramente, que tenhamos poucos procedimentos a serem apurados e final decisão a fim de que a Câmara se consolide como espaço de homens e mulheres que representem a grandeza, honradez  e esperança do povo brasileiro ”, concluiu.

 

Comentários