Vereadora Tereza Xavier usou WhatsApp para publicar aúdio

Vereadora do PT em Brasiléia, Tereza Xavier - Foto: Divulgação
Vereadora do PT em Brasiléia, Tereza Xavier – Foto: Divulgação

Alexandre Lima, da redação

Um grupo criado para discutir “Religião, Esporte e Política” na cidade de Brasiléia, pelo programa WhatsApp, está tirando a tranquilidade de alguns políticos pela fronteira, onde se conversa de tudo e um pouco mais.

O organizador do grupo, Fábio Rocha, conseguiu reunir a maioria dos políticos da fronteira, inclusive o prefeito de Brasiléia, vereadores, defensores partidários, jornalistas e populares que praticamente não deixam passar nada do que acontece .

No decorrer dessa semana, quando se discutiam questões relacionadas à cidade, se foi questionado os trabalhos que estão por vir e os que não foram feitos em Brasiléia. O assunto passou para o lado partidário e envolveu alguns vereadores.

A vereadora do Partido dos Trabalhadores (PT) na cidade de Brasiléia, Tereza com Certeza, eleita em 2012 com 385 votos, 2,92% dos votos válidos do Município e ex-vice presidente da mesa diretora da Câmara, usou o sistema de envio de áudio do programa.

Segundo suas palavras em 21 segundos, “o povo gosta de maquiagens (…) senão gostassem, não teriam eleito a Leila (deputada e ex-prefeita) e o PMDB que não ‘maqueia’, hoje não tem nada a apresentar.” Deixando a entender que a gestão passada sempre iludiu a população de Brasiléia.

Não satisfeita com o primeiro comentário publicado, a vereadora finalizou em 14 segundos; “e vocês não ‘verem’ isso, porque não usam o modelo do PT e não começam a ‘maquear’ e que as coisas bonitas do PMDB são tudo balelas (…) é melhor ‘maquear’.

O post da vereadora rapidamente se tornou o assunto pelas rodas de conversação da cidade. O jornal oaltoacre.com tentou falar como atual presidente do PT no Município, o ex-vereador e presidente da Casa, Joãozinho, para saber o posicionamento do partido sobre o caso, através de seu celular, 9938-**58, mas não foi possível o contato.


COMUNICADO

O jornal oaltoacre.com, através deste espaço, comunica que retirou o áudio onde cita a vereadora Fernanda Hassem, a pedido da mesma após contato por telefone, ao dizer que a voz não seria de sua autoria.

Por ser um meio do comunicação democrático e ciente de seus atos, deverá buscar a verdade e caso seja, arcar com suas responsabilidades. No demais, a matéria continuará com seu conteúdo no ar.

A direção.