Conecte-se conosco

Acre

Vereadores bloqueiam pontes na fronteira do Acre para pedir mais segurança

Publicado

em

Acesso a ponte Wilson Pinheiro, na cidade de Brasiléia foi bloqueada pelos vereadores de Brasiléia – Foto: Alexandre Lima

Era por volta das 6 horas deste sábado (6), quando os vereadores de Brasiléia, cumpriram a promessa de realizar um bloqueio na ponte Wilson Pinheiro, que liga o município à Cobija, capital do estado de Pando, no lado boliviano.

A ação enérgica por parte dos vereadores, aconteceu após o aumento de crimes nesta semana, praticamente um veículo por dia foi levado ao lado boliviano. Os assaltos não estão tendo hora, dia ou local nas duas cidades da fronteira do Acre.

Diante da situação onde se exige mais a presença das forças de segurança, o meio encontrado pelos edis, foi realizar um bloqueio para chamar atenção da cúpula da segurança pública do Estado.

Represetante do Governo, junto com a comandante do 5º Batalhão da PM no Alto Acre, Major Ana Cássia estiveram no local para dialogar com os vereadores e populares – Foto: Alexandre Lima

O direito de ir e vir foi garantido nas duas pontes, moto e veículos foram impedidos passar e somente passavam a pé. No lado de Brasiléia, houve uma reunião com o representante do Governo na regional, Joelson Pontes, e a comandante do 5º Batalhão da PM, Ana Cássia, onde foram comunicados de um convite na Capital com a cúpula da Segurança Pública na próxima semana.

Foi informado que uma viatura do Batalhão de Operações Especiais – Bope, estará reforçando a fiscalização na fronteira, com intuito de frear as ações dos bandidos. “Queremos uma reposta mais enérgica, que não apenas para a mídia e depois vá embora. Se não houver uma fiscalização continuada aqui, voltaremos a realizar outro bloqueio”, disse o vereador Leomar Barbosa.

Para a presidente da Câmara de Brasiléia, reconhece a problemática na fronteira, como o pouco contingente de militares para fiscalizar e dar segurança, mas, reclamou da pouca participação popular para apoiar o manifesto. “Nós somos os primeiros a ser cobrados quando acontece algo de ruim. Muitos correm para as redes sociais e tecer críticas, mas, nós estamos aqui com poucos e vamos pedir uma solução o mais rápido possível para nossos políticos, destacou a vereadora.

A ponte Internacional, que liga Epitaciolândià a Cobija, também foi bloqueada pelos vereadores – Foto: Alexandre Lima

Em Epitaciolândia, os vereadores também realizaram um bloqueio que dever perdurar a tarde deste sábado. “Estamos aqui também a exemplo de Brasiléia, para pedir um olhar com mais atenção para a segurança pública na fronteira. Estamos aqui para pedir a compreensão de todos, pois, estamos fazendo o que nos pedem que é buscar soluções em benefício aos munícipes”, destacou o presidente da Câmara de Epitaciolândia, Diogino Guimarães.

Secretário de Segurança do Acre se manifestou.

O Secretário de Segurança Pública do Acre, coronel Paulo Cesar, se manifestou sobre algumas declarações dos vereadores. Rebate inicialmente quando se fala “vista grossa”, em relação aos acontecimentos na fronteira.

Destaque que a competência de fiscalizar a fronteira, não é de competência do Estado, destacando ainda dos trabalhos do Grupo Especial de Fronteira – Gefron, investimentos em monitoramento, questionamento sobre o judiciário, solicitação de apoio ao governo Federal através da Força Nacional, entre outros assuntos.

Veja texto enviado ao jornal oaltoacre.com

Bom dia!

Em nenhum momento o Governo do Acre fez vista grossa a questão da fronteira, apesar da competência constitucional não pertencer ao Estado. Nesse sentido, o Estado tomou a iniciativa de criar o GEFRON, instalou uma base em Epitaciolândia, bem assim instalará ainda este ano câmeras para reconhecimentos de placas em Epitaciolândia e Brasileia nos acessos a Bolívia, ainda oficiamos ao Ministério da Justiça solicitando a Força Nacional para estabelecer fiscalização permanente nas pontes, bem como realizamos manutenção permanente no sistema de videomonitoramento da região, lembre-se que implementamos um Núcleo de inteligência no Alto Acre, com sede em Epitaciolândia, e firmamos parcerias com o Governo Boliviano, por meio de cartas de intenções, para atuação integrada na Região de Fronteira.

Vereadores de Brasiléia estiveram na Capital reunidos com o subsecretário de segurança, coronel Ulisses Araújo, para tratar sobre segurança na fronteira – Imagem cedida

Por outro lado, concordo que a situação das cidades fronteiriças brasileiras merece um olhar diferenciado da União, através de um melhor aparato das Forças Federais.

Quanto aos questionamentos ao Judiciário, infelizmente as leis brasileiras, extremamente garantistas, limitam a atuação dos Juízes.

Outrossim, quanto ao sistema 190 não há nenhum prejuízo com a transferência do número para qualquer lugar, pois atualmente toda comunicação de telefone no Brasil é digital e o tempo de atendimento e resposta é o mesmo, independentemente do distanciamento geográfico entre as pessoas que estão se comunicando, bem como a partir da centralização na capital o efetivo que permanecia nas unidades para atender os telefones pode ir para as ruas, a chamada passa a ser geolocalizada, ou seja, o cidadão que liga é localizado de imediato evitando trotes, a chamada é gravada, que é uma garantia para o cidadão e outras vantagens para os operadores de segurança com implantação desse modelo, que é o existente praticamente em todo o país e nos países desenvolvidos. Nesse sentido, seria interessante marcar uma visita de todos os Vereadores da Região, Brasileia e Epitaciolândia, para conhecer o Centro Integrado de Comando e Controle e podemos viabilizar a logística de transporte para tal agenda.

Quanto aos problemas de roubos e furtos da região estamos reforçando as operações com o BOPE e o GEFRON, bem como estabelecemos contatos com as autoridades Bolivianas para realização de operações que permitam localizar e prender os autores.

Na segunda-feira às 9h na sede da SEJUSP haverá uma reunião com a PM e a PC para discutir sobre outras ações a serem adotadas na região e, antecipadamente, estendo o convite para que o Senhor e os demais Vereadores se façam presentes.

Ainda, quero deixar claro que nem o Estado e nem essa secretaria fazem vista grossa a questão da segurança das fronteiras e que desde o início da gestão e assumimos competências que constitucionalmente pertencem ao Governo Federal e não se esquivamos do combate aos crimes transfronteriços.

Por fim, me coloco à disposição para críticas, discussão e busca de soluções para os problemas, bem como apoiar na interlocução com as autoridades federais que podem promover ações que melhorem a segurança de nossas fronteiras.

Comentários

Acre

Acusado de matar homem enforcado com lençol pega 19 anos de prisão no Acre

Publicado

em

Por

Douglas Sena dos Santos foi julgado na sexta-feira (3) na 1ª Vara do Tribunal do Júri, em Rio Branco. Edilson da Rocha Monteiro, de 48 anos, foi achado morto após dois dias sem manter contato com a família.

Douglas Sena dos Santos foi condenado a 19 anos de prisão em regime fechado por ter matado Edilson da Rocha Monteiro em outubro do ano passado. De acordo com o processo, Douglas usou um lençou para asfixiar a vítima. O julgamento foi nessa sexta-feira (3) na 1ª Vara do Tribunal do Júri, em Rio Branco.

A vítima foi encontrada em estado de decomposição dentro de casa em outubro do ano passado, no bairro Wanderley Dantas, em Rio Branco. Monteiro estava cerca de dias sem manter contato com a família e, ao ir na casa do irmão, Raquel Cristina o encontrou já sem vida.

O réu Douglas Sena dos Santos responde pelo crime de homicídio, por meio de asfixia. Sem dar detalhes, a defesa dele disse apenas que Santos confessou o crime.

Conforme a Justiça, no júri desta sexta, além do réu, cinco testemunhas foram ouvidas, entre elas estão dois irmãos da vítima.

Comentários

Continue lendo

Acre

IAPEN divulga cronograma de visitas nos presídios do Acre que ocorrem neste domingo

Publicado

em

Na tarde deste sábado, 4, o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), informou que as visitas nas unidades penitenciárias do estado serão retomadas a partir deste domingo, 5.

No entanto, a gratidão destaca que haverá algumas orientações a serem seguidas, como por exemplo, o horário que será 8h às 11h da manhã e à tarde de 13h às 16h.

Em relação aos procedimentos, os visitantes devem atentar-se às seguintes orientações: Apenas uma pessoa por preso poderá visitar; O visitante somente poderá adentrar à unidade portando a carteira de visitante e documento oficial com foto. Outro tipo de protocolo não será autorizado; Carteiras vencidas só serão aceitas caso estejam com até 30 dias de vencimento; Não será permitido entrada com alimentação;A utilização de máscaras será obrigatória; Em cumprimento ao Decreto Governamental n° 10.599, será exigida a apresentação de comprovante de vacinação no ato da entrada nos estabelecimentos prisionais.

O órgão repassou o cronograma de visitas do mês de dezembro. No Complexo Penitenciário de Rio Branco: domingo, 5 de dezembro – pavilhão P (manhã) e pavilhão O (tarde); sábado, 11 de dezembro – pavilhão C (manhã) e Posto Médico (tarde); domingo, 12 de dezembro – pavilhão L (manhã) e pavilhão A (tarde).

No Pavilhão dos Reeducandos do Trabalho Externo (Antiga UP-4): sábado, 11 de dezembro. Visitas apenas no período da manhã. Já na Unidade de Regime Fechado nº 2 de Rio Branco (Antonio Amaro Alves): sábado, 11 de dezembro – alojamentos 2 e 4; domingo, 12 de dezembro – alojamentos 5, 6 e 7. Visitas apenas no período da manhã. A Unidade de Regime Fechado Feminina de Rio Branco: sábado, 11 de dezembro – pavilhão Alamanda e Berçário; Sábado, 18 de dezembro – Pavilhão Carmélia. Visitas apenas no período da manhã e a Unidade Penitenciária Moacir Prado (Tarauacá): domingo, 5 de dezembro – ala 4 (manhã) e ala 3 (tarde); sábado, 11 de dezembro – pavilhão B (manhã) e ala 1 (tarde); domingo, 12 de dezembro – pavilhão D e alojamento C (manhã) e ala 2 (tarde).

As unidade penitenciárias de Sena Madureira, Cruzeiro do Sul e Senador Guiomard terão cronograma de retorno de visitas divulgado posteriormente.

Comentários

Continue lendo

Acre

Sem mortes, Acre tem três novos casos da Covid-19 neste sábado

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) informou na tarde deste sábado, 4, o registro de 3 novos casos de infecção por coronavírus, elevando o número de infectados para 88.228, em todo o Acre.

Segundo o boletim, nenhuma notificação e óbito foi registrada neste sábado, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 permaneça 1.849 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 251.066 notificações de contaminação pela doença, sendo que 162.831 casos foram descartados e 7 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 86.136 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 5 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

Comentários

Continue lendo

Em alta