Tenente Francisco Rocha, coordenado da Defesa Civil em Assis Brasil esteve visitando as cabeceiras do Rio Acre – Foto: divulgação

O município de Assis Brasil que já enfrentou uma grande enchente no ano de 2012 e 2014 está novamente em alerta. De acordo com informações dadas pelo Tenente Rocha, Coordenador da Defesa Civil do Município, na manhã de hoje o Rio Acre ultrapassou a medição da cota de alerta, ou seja, superou 10,50 cm de tolerância.

‘’O Rio amanheceu com 10,20cm e de repente passou para 10,86 cm que já é acima da cota de alerta e nossa preocupação é que continua chovendo forte, por isso solicitamos os munícipes de Assis Brasil, Brasiléia, zona rural de Capixaba e Rio Branco que fiquem em alerta para alagações, principalmente de áreas mais baixas,” destacou o Coordenador.

A Prefeitura de Assis Brasil, informa que firmou parceria com o ICMBIO (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) e Defesa Civil Peruana para enviar uma equipe até a Estação ecológica, localizada próxima as cabeceiras do Rio Acre, para fazer levantamento do volume de águas e assim poder fazer previsões mais concisas com relação aos riscos de uma alagação e probabilidade de ser maior do que a de 2012.

De antemão, o Tenente informou que, já está buscando caminhões para ficar de sobre aviso no caso haver necessidades maiores na desabrigação de pessoas.

O Vice-Prefeito da cidade, José Ferreira (PSD), o Zé do Posto, está acompanhando de perto a situação e destacou que na ausência do Prefeito – que está em Brasília em busca da liberação de recursos das Emendas Parlamentares –  estará auxiliando as famílias no que for preciso. “Nossas secretarias que lidam diretamente com o povo, tais como Ação Social, Saúde, Educação e Obras, já estão antenadas para dar apoio e orientação, no intuito de evitar danos maiores à população”

Famílias residentes no Bairro Plácido de Castro e na antiga passagem entre Assis Brasil e Iñapari/Perú já estão sendo desabrigadas.

Mais informações a qualquer momento

Por Antonia Nascimento e Gerineudo Galdino

Comentários