Eurico disse estava levando a arma para conserto, mas não possui autorização e foi detido – Foto: Alexandre Lima

Alexandre Lima

Homens do 10º Batalhão da Polícia Militar do Alto Acre, foram acionados através do SIOSP (190), por volta das 14 horas desta segunda-feira, dia 02, de que uma pessoa estaria circulando armado nas proximidades de um bar existente na avenida Manoel Marinho Montes.

Ao chegarem no local com a descrição do homem, perceberam que esta estaria passando algo para um atendente do estabelecimento. Foi quando abordaram os dois e viram que seria um revolver calibre 32, marca INA Tigre, com duas munições dentro.

O portador, foi identificado Eurico silva da Conceição (41), que trabalha como vigia. Segundo disse em sua defesa, estaria levando a arma para realizar um concerto, uma vez que apresentava problemas mecânicos. Infelizmente, o mesmo não possui documentos para o porte da mesma.

O atendente do bar também foi levado para delegacia, onde ficou a disposição do delegado que iria ouvir os dois no decorrer do dia. O crime pelo porte de arma é passível de pagar fiança, podendo responder em liberdade, conforme decisão do judiciário.

Após a arma ser apreendida e verificada pelos policiais da delegacia, também foi descoberto que a mesma estaria com o cano entupido com dois projeteis (balas). Segundo os agentes, alguém que usou e teve sorte de ter perdido uma das mãos com a explosão.

Duas ‘balas’ foram encontradas dentro do cano – Foto: Alexandre Lima

Comentários